POR QUE SER DEMOLAY? Reviewed by Momizat on .   O grande objetivo de nossa Ordem é ensinar e praticar as virtudes que nos levam a uma vida pura, reta, patriótica e reverente, como a melhor preparação para a   O grande objetivo de nossa Ordem é ensinar e praticar as virtudes que nos levam a uma vida pura, reta, patriótica e reverente, como a melhor preparação para a Rating:
Você está aqui:Home » Caxambu » POR QUE SER DEMOLAY?

POR QUE SER DEMOLAY?

POR QUE SER DEMOLAY?
 
O grande objetivo de nossa Ordem é ensinar e praticar as virtudes que nos levam a uma vida pura, reta, patriótica e reverente, como a melhor preparação para a maioridade da qual nos aproximamos. Nós procuramos ser melhores filhos, melhores irmãos e melhores amigos, para que, ao chegarmos aos anos da maioridade, possamos ser melhores homens.
Cada uma dessas organizações congrega jovens de diferentes idades e que possuem necessidades e aspirações diferentes e você, como um membro, poderá aprender várias e preciosas lições que lhe auxiliarão na vida adulta, tais como:
  • Falar em público;
  • Procedimentos parlamentares;
  • Hierarquia e disciplina;
  • Respeito às regras;
  • A importância de auxiliar a comunidade;
  • Responsabilidade.
1) Você está convencido de que todos os seus esforços pessoais e toda a dedicação à Fraternidade devem ser minimamente recompensados com regalias, medalhas e títulos pomposos? Então a Ordem DeMolay não é a sua melhor escolha! Em nossa fraternidade, depois de anos de estudo, práticas, erros e acertos você irá aprender a ser um DeMolay, apenas mais um na multidão, sem reconhecimento, sem distinção e sem nenhum engrandecimento social.
2) Você acredita que para uma fraternidade ser poderosa é necessário ter membros e afiliados poderosos? É necessário visitar vários Capítulos? Ter poder político para atuar com força na sociedade? Nossa Fraternidade é apolítica, nossa Ordem e nossos grupos não agregam um número considerável de afiliados ou membros; não temos objetivos políticos nem elegemos vereadores, deputados ou senadores. Dinheiro não garante a evolução.
3)Você tem firme convicção de que uma fraternidade ou uma Ordem pode transformar a sua vida e a vida de seus familiares em uma fonte inesgotável de prazer, satisfação e dádivas divinas?  A Ordem DeMolay continua sendo uma opção a ser desconsiderada. Quem tem o poder de transformar a sua vida e a vida de seus familiares é você mesmo, ou melhor, são os seus atos e seus exemplos. De nada adiantaria uma fraternidade lhe oferecer conhecimentos, práticas e equilíbrio se você não colocar tudo isto em prática. Portanto, a Ordem DeMolay exigirá de você mais que estudo e dedicação, exigirá que você pratique o que aprendeu.
4) Você sente que se afiliando em uma Fraternidade secreta, você estará automaticamente abonado dos deveres de sua religião? O DeMolay é incentivado a continuar praticando a sua religião, seja ela qual for. A prática religiosa é fundamental para que o tão desejado equilíbrio seja alcançado.
5) Você espera que no final de anos de estudo, e ao atingir os mais altos graus, você terá o direito de usar um título espalhafatoso e incompreensível aos “profanos”?  A Ordem DeMolay é inesgotável e mesmo após décadas de dedicação sempre haverá o que aprender.
6) Você classifica as promessas e os juramentos mais ou menos sérios de acordo com o momento, a ocasião e a sobriedade do momento que o fez? Então você não será um bom DeMolay. O juiz mais austero e mais exigente deve ser a nossa própria consciência; se você não é capaz de cumprir um juramento feito a você mesmo, como espera cumprir os juramentos feitos em solo consagrado pelos nossos antecessores? Faça um autotestesimples, um juramento a si mesmo: “não fale mal de ninguém nos próximos 10 dias”; se você cumprir esta promessa, saberá que pode assumir juramentos mais sérios.
Os DeMolays sempre optaram pela qualidade de seus membros, sempre selecionamos a aptidão da multidão, assim foi por décadas e assim deve continuar pelos próximos séculos.
Procure pelo prof. Sayuki Yamaoka; e-mail: prof.sayuki@gmail.com

Comentários

Deixe um comentário

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo