Mosteiro Budista em São Lourenço Reviewed by Momizat on .   Após muita demora e burocracia, foi efetuada a compra do terreno em São Lourenço – oficialmente no município de Soledade de Minas, só que mais próximo da   Após muita demora e burocracia, foi efetuada a compra do terreno em São Lourenço – oficialmente no município de Soledade de Minas, só que mais próximo da Rating: 0
Você está aqui:Home » Destaque » Mosteiro Budista em São Lourenço

Mosteiro Budista em São Lourenço

Mosteiro Budista em São Lourenço

 

MosteiroBudista

Após muita demora e burocracia, foi efetuada a compra do terreno em São Lourenço – oficialmente no município de Soledade de Minas, só que mais próximo da cidade de São Lourenço, cerca de dois quilômetros do asfalto, para a construção de um Mosteiro Suddhāvari – Budismo Theravada, Tradição da Floresta.
O preço acordado foi de R$ 400.000,00 por 26 hectares, por sua grande área o terreno irá viabilizar o reflorestamento. No terreno há três minas d’água muito pura e a característica do relevo é um vale em forma de “U” possuindo uma única entrada, o que garante segurança, tranquilidade e silêncio.
Da rodoviária é possível ir de táxi/mototáxi ou pegar o circular “Ramon – Rodoviária”, descer no ponto final e ir andando até o terreno – uns 30 minutos de caminhada, ou seja, local de acesso fácil, para mesmo aqueles que não possuam condução própria.
Segunda etapa: a construção
Assinado o contrato de venda, começa o processo de construção, e do montante total arrecadado, após a compra do terreno, sobraram cerca de R$ 100.000, que será suficiente para construir um sistema inicial de abastecimento de água, uma oficina/depósito e um salão de meditação. Assim que possível esse trabalho será iniciado. Como Ajahn Mudito, monge que mora temporariamente no local, estará ausente até novembro, a obra será iniciada por voluntários da Associação Dhamma Ghara, de São Lourenço/MG, e da Sociedade Budista do Brasil.
O website do mosteiro será recriado do zero para que as pessoas possam acompanhar o processo de construção e participar ajudando com trabalho ou a financiar a obra. As pessoas envolvidas nesse trabalho querem encorajar a doação de material em vez de dinheiro, portanto, o objetivo é especificar o que vai ser feito e qual o custo de cada item, como telhado, ferragem, azulejos, etc, para que aqueles que quiserem possam doar alguns itens específicos.
Monge Ajahn Mudito em São Lourenço
Quando Ajahn Mudito foi à Inglaterra expor o projeto do mosteiro aos monges sêniores da sangha, lhe foi recomendado levar ao menos mais um monge consigo para o Brasil, para lhe fazer companhia e ajudar a resolver os problemas que se apresentem. Mas Ajahn Mudito pediu permissão para ir sozinho pois não sabia quais seriam as condições de moradia, alimentação e assistência em caso de emergência. Tendo passado os últimos três meses em São Lourenço e recebido caloroso suporte da comunidade local, em especial os membros da Associação Dhamma Ghara, Ajahn Mudito agora já está confiante de que é possível trazer mais um ou dois monges para auxiliá-lo no desenvolvimento do projeto. Assim sendo, enviou notícias aos abades dos mosteiros ocidentais e a Luang Pó Liem, o líder da sangha de Wat Pah Pong, relatando os acontecimentos recentes, e os convidando a enviar monges caso julguem apropriado, o que talvez ocorra, a partir de dezembro.
Mais informações em: https://mosteiro.sociedadebudistadobrasil.org

Fonte: Correio do Papagaio

Comentários

Deixe um comentário

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo