HISTÓRIA…DE FATO Reviewed by Momizat on .   E a Reforma da Previdência? Dúvidas existem às mancheias sobre a forma a ser adotada na próxima reforma da previdência. Ouvimos estes e aqueles técnicos   E a Reforma da Previdência? Dúvidas existem às mancheias sobre a forma a ser adotada na próxima reforma da previdência. Ouvimos estes e aqueles técnicos Rating: 0
Você está aqui:Home » Colunas » HISTÓRIA…DE FATO

HISTÓRIA…DE FATO

PAULO PARANHOS

 

E a Reforma da Previdência? Dúvidas existem às mancheias sobre a forma a ser adotada na próxima reforma da previdência. Ouvimos estes e aqueles técnicos governamentais – de forma até mesmo didática – mostrando à população como ficará a situação do trabalhador após os 50 anos de trabalho e tantos outros de contribuição (vejam que ainda não estão fechados os períodos). O que não se faz, no entanto, e muitos analistas batem nesta tecla, é uma efetiva demonstração do chamado “rombo da Previdência” que, segundo auditores do próprio INSS, não gera esse desmedido e desenfreado ânimo de se reformar nos termos propostos pelo governo federal. Urge que se mostrem à população os verdadeiros números da Previdência, que sejam demonstrados por pessoas realmente técnicas e que entendam do assunto e não por políticos ávidos em reformar por reformar, sem o devido conhecimento do fato verdadeiro.

 

Bashar al-Assad, Kim Jong-un, Vladimir Putin, Nicolás Maduro, agora Recep Tayyip Erdoğan assumindo poderes ad aeternum… o rumo que a política internacional está tomando é deveras assustador e preocupante. Vamos aguardar o resultado das eleições francesas, onde Marion Le Pen larga na frente.

 

Silvério José dos Reis foi considerado o principal delator da Inconfidência Mineira, que na época, foi anistiado de algumas dívidas que tinha para com a Coroa portuguesa. Quando soube do movimento, Silvério dos Reis vislumbrou uma oportunidade de obter os benefícios do parágrafo 11 do Título VI das Ordenações Filipinas e se livrar das pesadas dívidas que possuía junto à Coroa Portuguesa. Ali se previa não só o perdão, mas também favores do Reino para quem primeiro delatasse a existência de atos de crime de Lesa Majestade. Sem dúvida, Silvério dos Reis ficaria envergonhado com os acordos que são feitos, principalmente os de leniência, que, no final das contas, deixa os corruptores ostentarem um perfil de bons moços. Libertas que serae tamen!

 

Se vivo fosse o Barão do Rio-Branco e tantos outros dignos chanceleres que passaram pelo Itamaraty e honraram seus cargos sentiriam uma enorme repulsa com a outorga da “Medalha Rio-Branco” nesta última semana a personagens que estão na lista do Procurador Geral da República. Uma vergonha!

 

Sinal dos tempos: lojas famosas nos Estados Unidos estão fechando suas portas devido à concorrência desenfreada das compras on-line. Shopping centers e outros magazines famosos como Sears e Bloomingdale’s veem a cada dia diminuir sua freguesia e, por conta disso, o desemprego começa a alcançar níveis assustadores para os padrões norte-americanos. Cerca de US$ 40 bilhões foi o crescimento médio nos últimos três anos com o comércio de eletrônicos, todos adquiridos via internet, afirmam os especialistas da área.

 

E Cristiano Ronaldo confirma a sua vocação de “melhor jogador em atividade”, por atuações contra o Bayern de Munique. Sem dúvida, demonstra, sem alarde, sem badalações, sem forçar aparecimentos em festinhas, que é candidato ao seu 5º título. Enquanto isso aos medíocres – digo jogadores que estão na média – resta apenas o choro para expressar a sua incompetência futebolística.

 

À nossa Caxambu compareceu, à reunião do Conselho Municipal Consultivo do Patrimônio Histórico e Cultural de Caxambu – o COMPAC, realizada no último dia 19 de abril, o Arquiteto do IEPHA, Miguel Capobianco, que apontou soluções para a recuperação da Igreja de Santa Isabel da Hungria, bem como projeto para a reforma de algumas fontes do Parque das Águas. Também anotamos a reunião do Conselho Municipal do Museu que vem traçando as estratégias necessárias para a Semana de Museus, que acontecerá de 15 a 21 de maio corrente.

 

Há 517 anos aportava por aqui a esquadra de Pedro Álvares Cabral, achando uma linda terra para os domínios da Coroa portuguesa. Ainda que muitos contestem a nossa colonização primária, devemos lembrar a todo instante que os portugueses conseguiram manter a unidade, principalmente linguística, num país de dimensões continentais, diferentemente de outros conquistadores dos séculos XV e XVI.   

 

Meu coração, não sei por que bate feliz… Há 120 anos nascia um dos maiores ícones da música brasileira: Pixinguinha.

 

__________________

* Membro do IHGMG e da Academia Caxambuense de Letras.

 

Comentários

Deixe um comentário

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo