COLUNA PLURALIDADE Reviewed by Momizat on .   MOTIVOS PELOS QUAIS UM CASAMENTO PODE PERDER SUA ESSÊNCIA   No início de um relacionamento amoroso, onde ainda não há uma união formalizada e firme, cons   MOTIVOS PELOS QUAIS UM CASAMENTO PODE PERDER SUA ESSÊNCIA   No início de um relacionamento amoroso, onde ainda não há uma união formalizada e firme, cons Rating: 0
Você está aqui:Home » Colunas » COLUNA PLURALIDADE

COLUNA PLURALIDADE

15322510_1204391752962972_1443361359_o

 

MOTIVOS PELOS QUAIS UM CASAMENTO PODE PERDER SUA ESSÊNCIA

 1

No início de um relacionamento amoroso, onde ainda não há uma união formalizada e firme, considerando-se as etapas de informalidade em uma relação, período de desconhecimento em relação ao outro e paquera, até aquelas em que já há a formalização da união e maior conhecimento, tudo parece uma maravilha e, principalmente, as “possíveis dificuldades observadas”, em vista do calor do momento, são amenizadas.

Ao longo do tempo, contudo, quando a relação já foi formalizada, casamento, e há maior grau de conhecimento e interação com o outro, os seguintes problemas podem prejudicar o casal, caso eles não estejam atentos a isso:

2

  1. Interferência dos filhos no relacionamento dos pais.

Isso se caracteriza mediante a intromissão na opinião dos pais, no que se refere a situações ligadas a questões da casa, como aspectos simples, decoração e compra de alimentos, como aquelas mais complexas, chegando até ao relacionamento conjugal dos pais, como em questões íntimas, vida sexual, por exemplo.

3

  1. Perturbação por parte da família ou por problemas de familiares.

Não é raro ver algum casal reclamando de problemas do seu relacionamento, entre o próprio casal, porém, não é original deles em si, mas de um problema que, talvez, foi dado origem por interferência dos familiares de uma das partes, como percepções indevidas de algo do casal, ou por problemas da família de um dos membros que o casal teve que tomar a direção.

4

  1. Quando o casal mantém um relacionamento íntimo com a “Dona Rotina”.

Neste momento, a intimidade já não é a mesma, a relação sexual passa ser uma monotonia e “um dever”, e não um relaxamento para ambos, as “brincadeirinhas” gostosas já não existem mais. Ou seja, tudo passa a ser cinza, velho, o mesmo, uma canseira em si.

5

  1. No momento em que as contas a pagar e os problemas começaram a andar de mãos dadas conosco.

Nestas situações, o casal tem a percepção que a finalidade última de seu matrimônio é apenas pagar as contas e resolver os problemas, que podem ser decorrentes das contas ou dos problemas acima citados. Não existe espaço para ser marido e mulher, seres humanos em sua essência. Apenas para seguirem uma rotina e vida automatizada.

6

CONCLUINDO: Preste atenção para qual direção você tem levado seu matrimônio, pois, devido a esses e a outros problemas que podem tirar o foco do que, realmente, é bom para o casal, pode haver a intensificação de problemas até o fim do matrimônio.

Portanto, nestes casos, é importante reavaliar e buscar novamente o que é importante para vocês enquanto casal. Problemas, sempre existirão! Contudo, além de “resolvedores de problemas”, há a necessidade de compreender que vocês são serem humanos e merecem viver esse momento.

17693169_1328352963900183_2136236520_o

 

Comentários

Deixe um comentário

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo