HISTÓRIA…DE FATO – Reviewed by Momizat on . A Greve Geral programada para o último dia 28 trouxe em seu bojo algumas verdades que devem ser analisadas cuidadosamente pela sociedade brasileira. Não restam A Greve Geral programada para o último dia 28 trouxe em seu bojo algumas verdades que devem ser analisadas cuidadosamente pela sociedade brasileira. Não restam Rating: 0
Você está aqui:Home » Destaque » HISTÓRIA…DE FATO –

HISTÓRIA…DE FATO –

PAULO PARANHOS

A Greve Geral programada para o último dia 28 trouxe em seu bojo algumas verdades que devem ser analisadas cuidadosamente pela sociedade brasileira. Não restam dúvidas de que a chamada reforma trabalhista vai mexer com muita gente, da mesma forma que a reforma da previdência. Conforme apontei na semana passada, continuamos ouvindo estes e aqueles técnicos governamentais, justificando apenas um lado da questão: a incapacidade governamental de arcar com as despesas da previdência. Com relação à reforma trabalhista, a ideia principal é modernizar a CLT que serve ao país desde 1942. Postos na mesa esses dois projetos reformistas, surgem, então, os descontentamentos, na maior parte das vezes com muita razão, mas o que não se pode é banalizar uma forma de protesto legítima com atos de vandalismo explícito, deixando milhares, senão milhões, de trabalhadores desprotegidos e preocupados em não engrossarem as fileiras dos desempregados. E a reforma política? Por que não se trata a mesma com tamanha sofreguidão de interesse como as duas outras?

 

Não deu outra e era tudo que Tayyip Erdoğan queria com os poderes que lhe foram confiados pela maioria da população turca: milhares de opositores ao presidente foram presos em rápida ação militar, sob alegação palaciana de terem planejado a “quartelada” do ano passado, em apoio ao principal opositor do regime de Erdoğan, o clérigo Fethullah Güllen, em exílio nos Estados Unidos. Enquanto isso fica mais difícil e distante a entrada da Turquia na União Europeia.

 

E em nosso continente, o presidente Nicolás Maduro, em mais uma de suas investidas antidemocráticas, pretende iniciar o processo de retirada da Venezuela da Organização dos Estados Americanos (OEA), alegando interferência de países membros nas questões internas da Venezuela. A triste realidade é que a população venezuelana vem sofrendo há muitos anos e sem perspectivas de melhoras a curto prazo.

 

Estudos publicados pela Revista “Nature” dão conta de que o homem pode ter chegado às Américas há mais anos do que os 15 mil que sempre estiveram na conta de arqueólogos e paleontólogos. Restos de dentes de um mastodonte – ancestrais dos elefantes e que viveram há 130 mil anos – foram encontrados em San Diego e estavam triturados com um tipo de ferramenta de pedra que se acredita já ter sido manipulada pela espécie homo sapiens. Pode ser uma grande reviravolta nas teorias sobre o aparecimento do homem no continente americano e a versão final ficará a cargo de especialistas do Museu de História Natural de San Diego que, sem dúvida, terão de enfrentar – como já estão enfrentando – críticas severas de cientistas europeus e australianos.

 

A limpeza da lagoa da Pampulha abre uma esperança para outras áreas que se encontram na mesma situação. A utilização de um preparado químico, que já fora usado no Rio de Janeiro por ocasião das Olimpíadas, deu um novo alento para as águas poluídas da lagoa da Pampulha, o que poderá deixá-la apta a receber pescadores e velejadores. Quem sabe se essa experiência não possa ser trazida para o lago da nossa Caxambu? Especialistas dizem que os produtos podem ser usados em qualquer ambiente hídrico. Isto faria com que o lago do nosso Parque das Águas pudesse, também, servir para essas atividades esportivas. No entanto, os nossos ambientalistas devem ter conhecimento da matéria e muito mais experiência profissional do que este colunista.

 

Uma perda sensível para o jornalismo brasileiro: faleceu no último dia 26 Carlos Chagas, um dos grandes comentaristas políticos ainda remanescentes dos anos de transição do estado de exceção inaugurado em 1964 para a redemocratização do país em 1988. Dele se conta que sabia como ninguém “arrancar” informações e segredos os mais bem guardados da República, por figurões de época. Nasceu nas Minas Gerais, em Três Pontas, e espera-se que a municipalidade lhe preste as merecidas homenagens, assim como o fez com o padre Victor e Milton Nascimento.

 

Querida, quero te dizer, que toda minha vida entreguei a você…  Quem, com mais de 50 anos, não se lembra desses versos famosos e de seu cantor?

Acertou quem disse Jerry Adriani, que nos deixou nesta última semana. Fica mais uma lacuna no plantel de ídolos da música popular brasileira e da chamada “Jovem Guarda” dos anos 60.

 

Essa história da Baleia Azul não está bem contada, mas, pelo sim, pelo não, olho vivo naquilo que seus filhos estão fazendo na internet!

 

__________________

* Membro do IHGMG e da Academia Caxambuense de Letras.

Comentários

Deixe um comentário

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo