Caxambu recebe VIII Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais Reviewed by Momizat on . No próximo dia 19 de outubro o município de Caxambu irá sediar o 8º Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais. A programação com palestras e debates segue No próximo dia 19 de outubro o município de Caxambu irá sediar o 8º Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais. A programação com palestras e debates segue Rating: 0
Você está aqui:Home » Caxambu » Caxambu recebe VIII Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais

Caxambu recebe VIII Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais

Caxambu recebe VIII Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais

No próximo dia 19 de outubro o município de Caxambu irá sediar o 8º Seminário de Reservas Privadas de Minas Gerais. A programação com palestras e debates segue até o sábado, dia 21.
O evento é promovido pela Associação de RPNNs e Reservas Privadas de Minas Gerais (ARPEMG) e conta com o apoio da Prefeitura e da Câmara Municipal de Caxambu. Para mais informações entre em contato através do e-mail arpemg.rppn@gmail.com, ou pela página da ARPEMG no Facebook.
A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é uma unidade de conservação de domínio privado, gravada com perpetuidade na matrícula do imóvel, com o objetivo de conservar a diversidade biológica. A criação desta unidade de conservação não afeta a titularidade do imóvel.
As RPPN são importantes porque contribuem para a ampliação das áreas protegidas no país; apresentam índices altamente positivos para a conservação, principalmente se considerada a relação custo e benefício. São facilmente criadas, em relação às outras categorias de unidades de conservação; possibilitam a participação da iniciativa privada no esforço nacional de conservação e contribuem para a proteção da biodiversidade dos biomas brasileiros.
As áreas particulares protegidas no Brasil já estavam previstas desde o Código Florestal de 1934, essas áreas permaneciam de posse e domínio do proprietário e eram inalienáveis. Em 1965, com a publicação do novo Código Florestal, as florestas protetoras deixaram que ser previstas, mas ainda permaneceu a possibilidade de preservação de forma perpétua de remanescentes naturais em propriedades particulares, bastava o interessado assinar um termo perante o órgão responsável pela questão ambiental e averbar a área junto à matrícula do imóvel afetado, no registro de imóveis competente.
A estratégia de promover a conservação da natureza por meio de áreas protegidas privadas ganhou força e importância no contexto nacional, o que exigiu um instrumento legal mais adequado e com uma regulamentação mais detalhada. Assim, em 1990, surgiu o Decreto nº 98.914, criando as Reservas Particulares do Patrimônio Natural – RPPN.
Atualmente, além do governo federal, existem diversos estados e municípios, que regulamentaram a criação de RPPN, através de legislação específica, mantendo o principal objetivo das RPPN que é a conservação da diversidade biológica.

8o_Seminario_Mineiro_RPPNs_Caxambu_19_a_20_de_Outubro_de_2017

Comentários

Deixe um comentário

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo