Você está aqui:Home » Colunas » Pluralidade

COLUNA PLURALIDADE

RELAÇÃO CONJUGAL NA GRAVIDEZ. COMO É POSSÍVEL MELHORAR A RELAÇÃO?   Ter um filho, para muitas mulheres e, também, homens, é a realização de um sonho, pois, para eles, é a continuação de uma família, de se ter “alguém para cuidar” e “dar a vida”, é querer dividir a vida, ou se doar, para alguém que precisa e no qual será depositado significativa parcela de amor. Sabendo-se que, para este momento, idealmente, ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

    MEU MARIDO NÃO SE INTERESSA SEXUALMENTE MAIS POR MIM. O QUE DE ERRADO ACONTECEU?   Falar de sexo para o homem, invariavelmente, é falar de uma resposta automática do organismo, em propiciar, SEMPRE, a relação sexual satisfatória e perfeita a sua mulher. Ou seja, homem mais sexo é igual a saciação completa das necessidades sexuais. Aqui, vou descrever alguns mitos e, opostamente, colocar as ver ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

  MOTIVOS PELOS QUAIS UM CASAMENTO PODE PERDER SUA ESSÊNCIA   No início de um relacionamento amoroso, onde ainda não há uma união formalizada e firme, considerando-se as etapas de informalidade em uma relação, período de desconhecimento em relação ao outro e paquera, até aquelas em que já há a formalização da união e maior conhecimento, tudo parece uma maravilha e, principalmente, as “possíveis dificul ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

FALTA DE AMADURECIMENTO NO RELACIONAMENTO. PARA ONDE ISSO PODE LEVAR O CASAL?   Amadurecer é uma aquisição constante do processo de desenvolvimento humano, no qual, progressivamente, vamos adquirindo capacidades e habilidades diferenciadas para lidar com os fatos que nos cercam, como na infância, onde lidamos de certas formas com nossos pais, não serão os mesmos modos sobre os quais lidaremos com eles quand ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

PERDA DO INTERESSE SEXUAL FEMININO. O QUE DE ERRADO ESTÁ ACONTECENDO COM MINHA MULHER? Que a mulher é totalmente diferente do homem, ninguém duvida! Essas diferenças são caracterizadas na maneira como a mulher lida com a vida, da forma como ela será capaz de entender os fatos que lhe ocorrem, no lidar com os filhos, nas relações amorosas e, principalmente, nas relações sexuais. Enquanto o sexo para o homem ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

  PERDA DE INTIMIDADE NO RELACIONAMENTO. QUANDO TUDO VIRA ROTINA No início dos relacionamentos afetivos, parece que tudo que vivemos com nossa parceira é “um mar de rosas”, imaginamos que estamos em um momento que “nunca irá se acabar”, que, aquilo que vivemos ali, é “para sempre”. Aliando-se às crenças de infinitude de bem-estar, de que “aquilo que ocorre será infinito”, há também a reciprocidade do o ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

PSICOPATIAS, ALGO QUE DEVE SER LEVADO A SÉRIO! Psicopatologia é o termo que se refere ao estudo das doenças que são da esfera psicológica, sendo que “psico” se refere à palavra psique, designando o termo alma, psiquismo, psíquico. Já o termo pathos, refere-se à doença, aquilo que está fora de seu equilíbrio natural, normal, ao padrão. Por sua vez, “logos” se refere àquilo que é estudado, algum tema que é o ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

TRANSTORNOS DA CONDUTA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES   Educar, na atualidade, tem sido uma tarefa árdua, desgastante, em muitas vezes, sem resultados, onde os pais, por mais que sejam flexíveis, acolhedores e companheiros, veem que suas atitudes não dão o devido resultado ao qual tanto almejavam. Corrigir os filhos, para alguns pais, hoje, constitui-se em passar a mão na cabeça dos menores, algumas vezes, cons ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

VOCÊ É RECIPIENTE DE QUAIS EMOÇÕES? AFETOS E COMPORTAMENTO HUMANO.   Quando analisamos os pacientes que vão aos nossos consultórios, com o objetivo de passar por uma psicoterapia, evidenciamos alguns requisitos que são indispensáveis para o maior conhecimento do sujeito, como: História de vida: como esse sujeito é constituído? Nível de processamento cognitivo: os meios pelos quais o indivíduo é capaz de usa ...

Ler mais

COLUNA PLURALIDADE

LUTO, O QUE GUARDAR NO MOMENTO EM QUE AMAMOS SE VAI? Vivenciar uma situação de luto, na grande maioria das vezes, é um processo difícil, complexo, pois envolve o tipo de relação com o falecido, o que representava para o outro e o que o outro representava para si, e de tempo indefinido para cessar, dependendo de como cada um elabora e processa esse momento. Algumas diferenças importantes entre o luto e a dep ...

Ler mais

© 2016-2017 Jornal Tribuna Sul de Minas - Reproduções autorizadas mediante indicação da fonte tribunasuldeminas.com.br Os textos, opiniões e conteúdos presentes neste portal são de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Voltar para o topo